melancolia

melancolia
Laura Tedeschi

sábado, 11 de dezembro de 2010

Parati ou Paraty

Pois é estou aqui, foi uma aventura pra chegar!! Gente a br SP 171 é muito ruim a última parte não é asfaltada e foi uma aventura, uma neblina, escurecendo e sem nenhuma sinalização na hora mais crítica, nunca foi tão emocionante e olha que a gente já se meteu em cada uma... detalhe de uno com toda a nossa mudança... de POA à Hellcife!!!!!!!!!!!

  Estamos exaustos mas absortos com a beleza desse lugar.

  Amanhã vamos curtir um pouco, depois conto...

 Alguém sabe me dizer se Parati ou Paraty, e porquê?? As placas e demais informativos alternam entre i e y!!

domingo, 5 de dezembro de 2010

Minha última semana no RS

 Bem não poderia deixar de celebrar minha última semana aqui.

Tá eu não gostei, mas foi muito bom. Tá eu sofri, mas eu cresci. Tá eu tenho sérias restrições, mas eu aprendi. Tá eu odiei, mas eu gostei de muita gente aqui.

  Como já morei um muitos lugares do Brasil eu achei que estaria mais preparada para as diferenças, mas esse tipo de (in)diferença, de julgamento... me surpreenderam por demás.

  Nada é em vão. Tá, eu passei em 3 doutorados, dois dos quais com nota 5 na capes e escolhi aqui, com nota 4. Muita gente me perguntou, porque aqui? Eu me embananava pra responder, é como se eu não tivesse escolhido conscientemente, o mundo me trouxe pra cá pra eu sofrer e aprender, pra eu ver que não é o lugar que faz a competência que tudo depende de mim. E antes que algum gaucho tente explicar todo esse meu desoncorto não se deve ao clima frio, nem a exigência do doutorado, adorei o frio e acho o doutorado aquém do que esperava.

Eu sofri pelo essencial, e o essencial é invisível aos olhos!

 Mas eu sou intensa e eu sei que preciso de terapia depois de tudo que passei aqui. Estou muito irritadiça hoje, não por querer, mas tenho certo preconceito com os gauchos, eu sofri tanto que a priori eu tenho certo receio. Afinal as pessoas sempre me julgaram, me trataram como alienígena, me explicaram coisas óbvias como se eu tivesse vindo de saturno... quisera eu vir dos anéis de saturno... seria mais compreensível ser tratada como uma etêzinha...

Mais voilá... a ideia do post é listar coisas boas:

- Chimarrão, hummm eu gosto no friozinho então, de manhã...
- Eu adoro a forma como as pessoas aqui usam o espaço público, especialmente as praças e parques. Todo mundo curte, um espaço democrático e divertido. O mate também tem uma função social importante que me encanta.
- Eu viajei muiitttooo por aqui. Conheço bastante o estado (Bento, Gramado, Riveira, Santa Maria, várias cidades da Quarta Colônia, as Missões e as cidades do entorno, Camabará do Sul - a que mais amo, Torres, Rio Grande, Pelotas, Ametista do Sul, Chuí, São Sebastião do Caí... e algumas outras), Argentina, Uruguai e o Paraguai tbm passei por aíísss. Como o doutorado não me apeteceu, avancei no turismo.
- Eu fiz poucas, mas boas amizades
- Eu perdi um pouco da minha ingenuidade
- Eu estou avançando pra ser doutora...rsrsrs
- Eu tenho grandes chances de ir pra França, tudo bem que em Pernamuco tbm tinha, mas vou dar essa canja pra ver se aumento a lista,
- Eu adoro o queijo colônial, especialmente o duplex do mercado público

É isso, nada é em vão.

"Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou tv. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar do calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver."



Amyr Klink


Dicas para a prova de proficiência da Aliança Francesa

 Bem, antes de fazer a prova de proficiência em francês na aliança eu procurei alguma coisa na net e não achei muito, assim vou dar minha impressão da mesma pra tentar colaborar com os que ainda vão fazer. Antes de qualquer coisa sugiro dar uma olhada em provas anteriores pra saber o nível e o estilo da prova.

Meu nível de francês é baixo, eu acabo de concluir o básico da aliança, mas estudava concomitantemente em outra escola, no último mês fiz umas aulas particulares e há uns 3 anos eu tinha estudado um pouco de francês (apesar de achar que esse estudo anterior não ajudou pelo tempo parada) e eu fiz 80% da prova. Até o pessoal da aliança ficou impressionado com minha nota, afinal eu ainda estou num nível muito aquém do sugerido.

 Quando fui fazer a prova achei que não passaria porque tinha um monte de patricinha poliglota (ou troglodita) bem metidinhas dizendo que estavam fazendo pela 3ª, 4ª vez e não tinham passado, que eram fluentes em alemão, inglês, estavam no fim do intermediário... e eu pensando putz, fudeu!!! Eu não sei nem português direito, fora que não saber inglês mexe muito com minha auto-estima, então fiquei bem quietinha. Até tentei fazer uma piada pra relaxar, mas ninguém riu, então eu vi que era um peixe fora d'água!!! Eu acho que é aquele velho esquema aqui do sul, o povo acha que pra ser bom nas coisas tem que ser sério, tem que ser concentrado... eu acho que pra viver a gente tem que tentar ser feliz!!

Mas voltando a prova, vou dar minhas impressões e sugestões:
 Achei a prova bem difícil. O que me ajudou muito foi ouvir a RFI (http://www.rfi.fr/) mesmo sem prestar a atenção eu fico ouvindo e fazendo outras coisas no computador, de vez em quando ia prestando atenção e a medida que o ouvido foi lapidando eu ia entendendo mais e tendo vontade de me concentrar mais. O TV5 tbm ajuda muito, tem vários exercícios é bom ir fazendo de vez em quando.

A parte de falar foi minha pior nota. Eles pedem pra vc se apresentar, perguntam sobre sua pesquisa, o que vai fazer na França, pedem pra falar da sua história, o que seria se não fosse o profissional que é hoje... enfim eu acho que é pra vc conjugar os verbos em todos os tempos. Ensaie isso antes de ir.

A tradução. Os textos não são totalmente difícieis, mas sempre tem alguma casca de banana. Então fiquem de olho nos falsos cognatas, na minha tinha pourtant que quer dizer mas e não portanto. Estude esses falsos cognatos e fique atento. Sempre na tradução tem uma frase muito difícil de traduzir, com uma estrutura diferente, mas tente manter a ideia e torça pra dar certo.

Na interpretação de texto com respostas em francês: muito cuidado o tempo é muito curto pra essa parte. Eu fiz correndo e não tive tempo de revisar, isso é horrível porque você não pode ajustar pequenas faltas de concordância (plural, gênero) e de estrutura da língua. Eu fui pensando em português e escrevendo, porque minha prioridade era responder tudo, depois ia aprimorar não tive tempo mas a ideia funcionou.

Na interpretação de texto onde vc tem que assinalar alternativas entre falso, verdadeiro e não consta no texto: cuidado, essa pra mim é a parte mais cheia de pegadinhas. Eles usam muito a expressão "ne ... que" que quer dizer seulement (somente), isso dá um sentido bem específico pra frase. Então além de entender o texto, que é a parte mais fácil (a meu ver) já que a gente estuda mais lendo, você tem que entender os pormenores das afirmativas, aí tbm tem que ter o cuidado com os falsos cognatos.

 Bem é isso, espero que ninguém perca uma bolsa por não passar na proficiência, afinal lá a gente pode aprimorar tanto né!!! Bem ainda não saiu o resultado da minha bolsa, mas é um alívio saber que a minha parte está cumprida.

Bonne chance!!!!!

Ps. tem um tempão que não entro no blog, minha vida mudou muito, agora tenho um bebê para consumir minhas energias...rsrsrrs
Queria anexar aqui as provas que consegui via internet, mas não sei fazer isso o blogspot não permite. Elas são antigas, mas ao menos é uma luz pra quem não tem ideia. Vou ver se coloco no 4shared... quem tiver interesse dê uma procurada lá teste1proficiencia e teste2proficiencia. abs e boa sorte a todos

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Odeio a imobiliária Guarida de Porto Alegre

 Não é possível que uma empresa faça tanta sacanagem com um cliente. Só porque eles sabem que você fica refém deles, afinal é sua habitação que está em jogo.

  Eles fazem lavagem cerebral nos funcionários que ficam como máquinas.

 Ai gente o RS foi/está sendo uma experiência muito desconfortável. Estou pensando em fazer um post sobre o que há de bom aqui, mas está muito difícil. Espero conseguir me desgarrar desse incômodo logo.

Tbm odiei uma série de outros serviços e olha que procurei indicação!!!

A ginecologista passou a consulta tentando me convencer a colocar silicone no seio, PODE!!!
O dentista fez tanta coisa errada que acho que vou ter que colocar aparelho de novo!!
A síndica, meuDeusdocéu, se eu contar tudo que me aconteceu com a última síndica do prédito vcs vão achar que é mentira.

Enfim, acho que os serviços aqui deixaram muito a desejar.

sábado, 27 de novembro de 2010

Ufa!!! Sobrevivi...

Ufa!!! Sobrevivi, (a semana mais turbulenta dos últimos tempos)... mas não sem arranhões, cansaço e muito trabalho pela frente.

  Eu queria mesmo era:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

   Sombra e água fresca!!!

 Me enganei achando que depois da semana cheia estaria tranquila, mas são tantas coisas que não vai dar pra parar. As mudanças do projeto não são para agora, vou poder mexer mesmo só no ano que vem e aos poucos, mas daqui uma semana vou começar uma mudança gigantesca. Então segue o Balanço geral:

 Projeto: defendido, banca tranquila, mas mudança metodológica que eu não concordo mas aceitei e que me trará muito trabalho e desmotivação, mas bola pra frente.
 A cada dia que se passa maior é minha falta de identidade com meu doutorado. Eu me sinto muito desconfortável com o modus operandi desse lugar. Eu não gosto disso, mas hoje reconheço que só quero o título, depois vou fazer as pesquisas que eu acredito, da maneira (científica -claro) que eu me sinto mais segura e considero que mais contribuem para a sociedade, não essa pesquisa publicadora que se o método não é o que as revistas gostam, eu tenho tanto nojo desse tipo de argumento.
Prova de proficiência: muito difícil, muita gente fazendo pela 3ª, 4ª vez. Isso me deu desespero, mas bola pra frente... no meio da semana sai o resultado, mas acho difícil passar nessa primeira acho que vou virar jogadora de futebol.


A vida é assim né, uma caixinha de surpresas....

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Aula particular

 Aprender francês tem sido minha saga atual. Aliás línguas são meu calcanhar de aquiles infeccionado.
  Eu tenho muita dificuldade e indisciplina. E pior eu tô aprendendo francês antes de saber qualquer coisa de inglês e a cada dia que passsa eu me dou conta que todo mundo sabe inglês MENOS eu.

Como uma pessoa normal resolve aprender francês antes do inglês. É, mas eu não sou normal. Só que eu queria ser, senão não sofreria tanto. E considerando um mundo normal todos partem do princípio que se vc faz francês já sabe a língua universal a porcaria do inglês. Eu não sei, gostaria muito de saber, mas não tenho perspectiva pra isso. Eu fico só me imaginando na Europa sem poder visitar praticamente nenhum país porque não vou saber me locomover, comer é fácil é só apontar, mas meu irmão sair de um lugar pra outro é f....

 Mas eu quero falar de outra coisa. Desde que comecei a estudar francês a Aliança Francesa é a referência, afinal é ela tbm que aplica a prova de proficiência que preciso passar e minha primeira chance é sexta-feira e ao invés de eu estar estudando tô aqui reclamando.

  Mas é o seguinte lá tá escrito que eles tem um preparatório pra prova. Mas é a segunda professora que faço aula particular e elas nenhuma (porque conversei com outras duas) não tem noção de como é a prova, que tipo de cobrança... aí argumentam que tem condição de me preparar mesmo sem conhecer a prova. Tá eu não tenho dúvida que elas sabem muito francês mas um preparatório como eles colocam no site pra MIM, requeria pelo menos que eles soubessem o nível, que tipo de questão, quais habilidades (oral, escrita, escuta...). Mas não, elas não sabem, pelo menos aqui em Porto Alegre, onde todo mundo se acha mais bonito, mais inteligente, mais competente, mais educado..... tá mas isso é outra história, porque quando eu fico com muita raiva ainda me vem a mente esses absurdos que tive que ouvir por dois anos e só estimulam minha indgnação.

 Tá, mas tudo bem, fiz milhares de considerações pra me colocarem uma boa professora porque eu já tinha desistido de estudar la´, porque só tive uma professora boa, passando por 4. Aí tá né, uma moça bacana, gente boa e sabe francês no primeiro dia disse que ia otimizar o tempo da aula, me dar muitos excercícios para casa e corrigí-los fora da aula pra gente aproveitar o tempo da aula... tá. Ela não é má professora ou má pessoa, mas vamos e convenhamos eu já tive 4 aulas e em todas elas ela atendeu o telefone celular, tudo bem o filho tá doente, a sogra tá num sei onde. Mas bem que ela poderia acrescer 2 minutos ao final, mas não... Depois a aula de hoje eu só fiz dois exercícios de audio, quase os mesmos que eu faço em casa com a RFI e a TV5, putz. Paguei 52 reais hoje pra isso!! Ela não me deu nenhum exercício, perdeu maior tempo explicando uma coisa elementar.... aiaia sei não viu!

 Bem, eu sou professora, sei que tem dia que a aula é boa e tem dia que não é. Isso é uma coisa, outra é vc ver uma oncinha sendo rasgada, ou seja, outra é um aluno particular se sentir lesado por ter sido enrolado...

semana decisiva

Quanto mais cheia tá sua semana mais coisas aparecem, queria muito ver a defesa de tese de uma amiga, mas um dia antes é a defesa do meu projeto, depois aula particular, depois prova de proficiência, não dava pralguma coisa ser semana que vem!!! Semana que vem vou só coçar o saco, porque parece que tudo vai acontecer esse semana não vai sobrar nada pra depois. Cruzes!

 Na tentativa (um tanto lenta) de inserir o francês no meu dia-a-dia eu assisti 3 filmes no fim de semana (tirando o A Riviera não é aqui que vi na quinta). Mas não dei muita sorte:

1º peguei o filme "A igualdade é Branca" (da trilogia das cores). Não gosto de trilogias, mas já tinha ouvido muito falar desse e em sendo francês tudo vale. Mas aí o filme foi quase todo em polonês... heheh très facile!!! É que ele (o roteiro) começa na França, mas depois segue pra Polônia e fica lá... Tbm esperava mais do filme... não disse que é ruim, mas que pra mim faltou alguma coisa.

2º Bicicletas de BelleVille - peguei pra treinar o francês e eles praticamente não conversam no filme. hehehe é uma animação que tinha ouvido muito falar, é bem legal, mas não ajudou em nada no francês.

3º Entre os muros da escola - é um documentário. Eu gostei demás!!! Mostram a realidade de uma escola pública na França, mas que na minha opinião se assemelha muito com escolas brasileiras. Tbm deu pra treinar melhor o ouvido. Detalhe é que eu não deixo sem legenda, sei que não resolve, mas não quero punir mon mari, afinal ele não tá estudando francês. Mas aí eu me policio pra prestar atenção na fala.

 Hoje fiz um exercício no site da RFI (http://www.rfi.fr/ ) no francês facile e gostei do meu resultado. Tbm fiz uns testes na TV5 monde lá tem bastante coisa pra quem quer estudar. Mas tem hora que acaba a paciência e eu vou fazer qualquer coisa porque não aguento mais. Tbm fiz muito exercício que minha professora particular mandou. Tô uma coruja esforçada, hem!!!


Mas o que gosto mais é ler blogs de quem mora na frança e descobri o blog da Luci que conta suas aventuras em Lyon. Fiquei encantada com o blog dela, é muito honesta, divertida e corajosa. Mas primeiro eu tenho que entender que preciso aprender francês, depois aprender como sobreviver na França, mas eu sempre quero fazer tudo do avesso...

Bem uma música linda: Coração Vagabundo!!!! En français!!! Vejam como ficou demais! Essa é Bia Krieger, não sou de descobrir novos cantores, mas o francês me fez reajir um pouco e foi uma ótima descoberta, confiram aí.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Aprendendo francês

  Bem, falta uma semana para o teste de proficiência, e eu só terminei o básico do francês. Estou fazendo umas aulinhas particulares na aliança pra dar um gás nessa reta final. Eu sei que não será suficiente, afinal a proficiência numa lingua exige tempo, contato, muito contato e isso aconteceu de maneira aquém do necessário.


 Mais, voilà! A guerra não está perdida, vou fazer a prova com bastante cuidado, essa semana vou ler, ouvir e tentar viver um pouco o francês.

Pra começar vou colocar uma musiquinha aqui... uma por dia. A grande maioria é MPB em francês que me fez ir gostando e me acostumando mais com a língua, mas tem uns clássicos tbm... na voz de brasileiro que é pra ajudar aussi!!
Tbm vou ver mais filmes e ler un peu plus!!

Amo essa música, acho a letra linda, na voz da Cassia Eller, então... tdb (é de Piaf, mas prefiro na voz da Cassia)!! Não, eu não reclamo mais... quero cantar e viver assim... très dificile pour moi!!



quinta-feira, 18 de novembro de 2010

A Riviera não é aqui

 Tô precisando me enveredar novamente pelo mundo francês, andei muito relapsa nos últimos tempos. Nada melhor que começar com um filme e "A Riviera não é aqui" é ótimo comecei bem!!! Ri, chorei... do jeito que eu gosto é uma comédia ótima, e ainda fala dos sotaques franceses... tenho que me preparar pra isso ainda!!hehehe, tomara que eu vá e perceba todos os sotaques possíveis

Quem sabe eu não conheço Riviera, Bergues... tomara que eu veja essas paisagens!! Mas pra isso preciso melhorar muito meu francês, semana que vem tem a prova de proficiência lá na Aliança Francesa... mas minhas chances são mínimas, ainda bem que se não passar nessa tenho outra chance, mas seria tão bom ficar livre.... é mas defendo o projeto na mesma semana, acabo de chegar do congresso internacional de inovação. Alors... tenho estudado muito pouco, vou tentar dar uma imergida nos próximos dias.

 À Bientôt!

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Tropa de Elite 2

 Não podia deixar de comentar! Vi no cinema ontem! Bom demais!

Esse filme reforça a minha ideia com relação a corrupção no Brasil. Ela promove a miséria e está num sistema muito maior. A estrutura política tem que mudar.

 O filme trata desse problemas. Ele mostra uma outra faceta da violência no país. Apesar de serem os mesmos personagens ele mostra outra perspectiva, muito importante e interessante. Vale muito a pena assistir. E "que a arte nos aponte uma resposta e, que ninguém a tente complicar, porque é preciso simplicidade para fazê-la florescer..." (Metade, Oswaldo Montenegro)


terça-feira, 9 de novembro de 2010

O tempo

 Como o mundo dá voltas...como as coisas mudam... na vida e na cabeça da gente.

 Ano passado me decepcionei profundamente com uma pessoa. Daí me dei conta que era ingênua: eu, logo eu! Antes tão dona da situação, tão safa... É, eu: insegura, ingênua e fui feita de idiota. Tá foi um soco no estômago em câmera lenta que durou alguns meses. Felizmente eu não preciso ver essa pessoa, então há tempo pra cicatrizar e administrar mentalmente, em breve enfrento. Quero descontar com um tapa de luva. Mas se eu der um tapa na cara literalmente vai ser bem dado... só acho que haverá muito desgaste!!hehehe

Tá, morar aqui tbm não foi nada fácil. Eu me decepcionei com tudo e com quase todos.... mas foram coisas leves e superficiais.. A vida é assim, eu que sempre fui tão enturmada, cheia de amigos, agenda lotada... me senti excluida e isolada. Me senti incompreendida, reprimida, muito reprimida na forma de pensar, contestar. Me senti uma estrangeira no meu próprio país, pra não dizer um alienígena no meu planeta.  Também me dei conta que sou chata, mas sou honesta e assumo as consequências disso. Gostaria de ser mais tranquila, talvez precise de ajuda. O RS me deixou sequelas, minha irritabilidade tá elevada ao cubo, pra alguém que já era ferro e fogo tá no limite.... mas acho que tem conserto.

Mas comecei a escrever pra falar de outra coisa e acabei fazendo um balanço.

 Eu queria dizer que muitas pessoas que admirei, que quis ser como elas, muitos castelos desmoronaram. É difícil dizer sem dizer....
 Mas uma coisa é certa: o jardim do vizinho nem sempre é mais bonito. A comida do vizinho nem sempre é a mais cheirosa. A mulher do vizinho nem sempre é mais gostosa...
As vezes a gente só se dá conta quando a lama emerge. Mas tal como o vizinho não é melhor a gente tbm não é nem melhor nem pior!
    A gente tem que procurar ser feliz, mesmo com o celular quebrado, carro guinchado, calo no pé, barriguinha, criticazinha... mas não é essa felicidade de comercial de margarina não. É aquela felicidade real: de riso e choro, de abraço e briga, descabelada, arrumada, cansada... porque tem muita gente com o jardim verde, com o cabelo liso, com a bolsa da moda que tá na lama.

sábado, 6 de novembro de 2010

Não tô dando conta

 Bem, muitos acontecimento... pouco tempo....

  Tá feriado de outubro: curtimos POA, Gramado, Cambará do Sul e Bento Gonçalves... um pout pourri do RS, foi muito divertido, passeio com amigos e com pitada de alegria. Ah! E brindados pela Cow Parade!!

Depois faço um post melhor com os roteiros e como curtir os lugares em pouco tempo!!



 Feriado 02 de novembro: Uruguai Montevideo, Colônia do Sacramento (d+!!), Piriápolis, Las Palomas e Punta del Este!!! Muito bom, com meu bem e com pitada de vento.


 No meio de tudo isso: candidatura do sandwich homologada por todas as instâncias da universidade. Banca do projeto autorizada e marcada, data da mudança definida, carro guinchado, francês escantiado,enxaquecas, vento, muito vento, amor, DR, problema de família. Tá a vida é uma salada de frutas, verduras e muitos temperos a depender dos ventos. Ainda bem que tem alecrim!

Metas atuais: Francês, francês, francês e mudança!!!

sábado, 23 de outubro de 2010

Esse momento

 Tem gente que tá pirraçando igual ao Calvin:

E eu tô como a Mafalda!!!!!!!!!!!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

A bailarina

Bem... apesar de muitas coisas boas que aconteceram recentemente (depois falo do findi 10 que passamos) ando com um ovo quente entalado na garganta. Alors - então...
 segue apenas uma música que amooooooooooooooooooooooooooooooooo!!! Não tô com cabeça pra escrever, mas pra dormir por dias a fio.

 Muita sensibilidade, realidade, delicadeza, beleza....



Eu não conheço nenhuma bailarina.

Músicas me acalmam, mas não me trazem o sono de volta.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Sou uma criança não entendo nada

   Essa música é bem interessante e reflete meu momento atual.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Programação Feriadão - Roteiro básico Porto Alegre e Serra

 Bem, estamos ansiosos por visitas. Já pensei em mil roteiros e possibilidades, não consigo fazer mais nada só na programation...
Não gosto de roteiros rígidos... mas descobri que quanto mais a gente se programa melhor é a viagem/passeio, mesmo que a gente não cumpra nada do roteiro. Porque informação é poder!! Se eu sei que tal atração é boa, mas opto por não ir é porque naquele momento eu tive outro interesse, mas se eu não sei que existe uma atração ou um restaurante e depois descubro aí a sensação de não ter feito a coisa certa.... Então... vai minha programação:

 Quinta ma soeur e mon bon frère chegam... almoçamos e vamos conhece ro centro de POA:
Rua Andradas (que é colada na minha rua): Igreja Nossa Senhora das Dores, Casa Mario Quintana, Museu do Excercito, Museu da Comunicação, Praça Alfandega: Espaço Santander, Margs
  Então seguimos para o mercado central.
Na volta subimos um pouco e estamos na  Catedral e no teatro São Pedro.
 Voltamos rápido pra pegar o por do sol no Gasômetro... Tá tendo a feria Latino Americana de Artesanato outro motivo pra ir lá.

 A noite vamos a uma churrascaria com danças gauchescas (CTG 35)....
Já chegar e colocar a galera no clima do passeio.. não parar um minuto.

 Sexta- feira: De manhã ou o ônibus aberto pra zona sul, ou conhecer o museu da história da medicina ou conhecer melhor a rua Andradas.
                   A tarde eu vou pro francês e os deixo no Iberê, e eles seguem pro Barra Shopping Sul pra me esperar lá.
                 A noite: Atelier das Massas melhor massa da cidade.

Sábado: eu tenho curso de fotografia e mon mari vai com eles ao Brique da Redenção onde tem uma feira de orgânicos e artesanatos, meu curso é do lado e eu chego lá.
           Voltamos pro almoço em casa, organização da vida e depois caminhada no gasômetro.
          A noite buscamos mon amie no aeroporto e comemos em casa mesmo.

Domingo: Bento Gonçalves: aí eis a dúvida. A ideia inicial era ir apenas ao vale dos vinhedos... mas tô com coração partido em não levá-los aos Caminhos de Pedra. Meu receio é fazer tudo muito correndo... Bem, mas me decidi pelo seguinte roteiro, tem que ser tudo rápido, mas acho que valerá a pena:
1) Visita a Aurora no primeiro horário.
2) Caminhos de Pedra - casa do tomate (vou comprar horrores de tomate seco apimentadinho tdb), da ovelha, do tecelã e da erva mate

3) Almoço nos Caminhos de Pedra na Casa Vani (acima) ou na Casa Vadulga no Vale dos Vinhedos (a depender do ritmo)
4) Vale dos vinhedos - Casa Valduga, Miolo, Dom Laurindo, Museu do Imigrante e Vinícola Cordelier (se der tempo).
[tá ultra corrido, mas uma coisa é ir com agência outra é a gente se organizar, da ultima vez fizemos arurora, caminhos de pedra e vinhos de montanha (4 vinícolas) e salton no mesmo dia, mesmo sem saber que nada disso existia, só indo e fazendo sem pressa, nem organização, então acho que dá) Enfim eu acho que dá, se não der vai até onde der...srrsrs Ahhh Se sobrar tempo vamos a tramontina...

Segunda - Feira - Gramado e Canela
    Aí sem programação, aquelas coisas de sempre: penso em almoçar no parque do Caracol.

Terça - respirar um pouco, conhecer Ipanema e, talvez o brique um pouco melhor. A noite carreteiro no: Estância de São Pedro.

Quarta - Museu da PUC, a depender da animação da galera. Tbm tem compras na cidade.... (os homens que não saibam...) ... mon mari voyage.

Quinta - O retorno de alguns eu vou jantar no Atelier de novo com mon amie, afinal ela não foi na semana passada.

Sexta,  estudo, francês... a noite a gente sai pra tomar uma...

Não vejo a hora disso tudo começar logo!!

sábado, 2 de outubro de 2010

Fotinhas

                                           Essas foram numa feira de antiguidade hoje:

                                                   Muitas cores.

poucas cores



Adorei esse conjunto 480 pilas, muitas peçass.... humm...hehehe

Agora pra quem gosta de fotografia. Segue uma técnica que é (apesar de parecer não é um vídeo - na sua estrutura natural) uma sequência de fotos (que não deixa de ser um tipo de vídeo). Muito legal vale a pena, quem gosta de fotografia então, não pode perder.


sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Estômago

 Gostei bemmm desse filme. Bacana sem clichês, com final surpreendente.
  Eu tinha ido numa peça homônima, com o mesmo ator principal lá em GUS, mas foi outra coisa. A peça era com sátiras de músicas brasileiras relacionando-as com comida, bem interessante. Tinha umas sacadas inesperadas e legais na peça.

  O filme é outra perspectiva, mas muito bom tbm. A galera diz que esse filme e o Cheiro do Ralo vieram pra provar que o cinema nacional tem futuro. Eu gosto de muitos outros, quase todos pra dizer a verdade. Nessa nova "temporada" do cinema nacional é bem difícil um que eu não goste, talvez seja um pouco de bairrismo, mas acho legal. Desde: se eu fosse vc, romeu e julieta à saneamento básico, o que é isso companheiro...

 Por esses dias tbm vi outros filmes:
Guerra ao terror - um bom filme, mas não faz meu estilo, muito suspense e pouco conteúdo.
Entre meninos e lobos -  melhor que o anterior em termos de conteúdo, trata um pouco da possibilidade de injustiça tão latente. Mas ainda assim não é bem minha linha...
  Pelo Amor de Deus-  com Audrey Tautou (A mesma do Fabuloso Destino de Amelie ...) - achei bem divertido, simples, bobo, mas divertido... pra mim que quero me aproximar do idioma francês valeu muito. É uma menina doidinha que muda de religião como muda de roupa, inclusive para acompanhar o relacionamento, é meio caricato, mas tem todo um fundo de verdade.
E a vida dos outros que vale um post, pelo filmaço que é!! jájá chega.

Mon mari (lê-se mon marrí) já está reclamando da onda cinéfila... ele não é muito fã, mas é companheiro. Devo dar um tempo pra ele se acalmar, ainda teve teatro com apenas uma peça boa e uns lugares extremamente desconfortáveis...rsrssr

Um filme que tô doida pra ver é A Partida - é japonês....

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

O meu voto

Eu acho que votar: essa grande expressão da cidadania... deixa muito a desejar na sua essência. É muito difícil votar. Não tô fazendo apologia ao descuido com o voto. Estou apenas reconhecendo que não é apenas não vender seu voto por uma telha, ou pesquisar as propostas dos candidatos... é muito mais que isso.


Precisamos de instituições fortes e honestas que nos ajudem a votar de maneira mais segura. A lei da ficha limpa é um exemplo de como devemos ser resguardados de bandidos. Mas muito ainda há o que ser feito. Como podemos ter candidatos como a mulher pêra, tiririca, Romário... é preciso mecanismos de triagem para honrar a política nacional. Alguns podem dizer que o problema é quem vota... pra mim o problema vem antes disso, ainda que ele se estenda aos votantes.

Bem, eu vou votar na Marina Silva. Pra mim ela é a menos corrupta de todos e considero a corrupção o pior problema do Brasil. Se tantos milhões (bilhões, trilhões...) não tivessem ido para contas de tantos teríamos educação, pessoas educadas promoveriam ganhos em todos os sentidos, então teríamos saneamento, ferrovias, saúde, segurança e tudo mais... muito melhor.

A Marina faria uma grande reforma, ela teria que mudar muito da estrutura corrupta que já está instituída. Mas a necessidade de mudar todo o quadro pela falta de alianças e história da sua equipe na política (muitos são empresários) também é uma fragilidade da sua candidatura. Confesso que talvez por saber que ela não será eleita fico mais tranqüila em votar, não por anular o voto. Mas porque acredito que valorizar uma oposição com uma bandeira importante como essa é uma forma de promover uma discussão muito importante. Acredito sinceramente que ela possa se fortalecer enquanto oposição e daqui a 8 ou 12 anos se eleger com mais maturidade como Lula o fez há muitos anos e conseguiu chegar onde chegou.

Eu sempre brinco (com muito fundo de verdade) que voto na Marina especialmente porque ela vai cuidar dos passarinhos!! Rsrsr

Parece piada, mas é verdade. Desde que fui morar no interior de Pernambuco fico muito penalizada com o hábito local de terem gaiolas nas casas e capturarem muitos pássaros, muitos mesmo. Algo precisa ser feito. O que parece uma preocupação boba de ambientalista chato (que não é o meu perfil) pra mim é uma discussão muito séria de cadeia alimentar, pois poucas pessoas sabem, mas no agreste do estado (PE), especialmente na transição para o sertão há sérios problemas com as lagartas, elas destroem tudo, pastagens, plantações inteiras... Eu nunca tinha ouvido falar disso até ver com meus olhos... e ninguém se dá conta que é porque eles pegam passarinhos... algumas pessoas riem de mim quando digo isso. Mas eu acho tão correto meu raciocínio que não retiro nada do que digo, até alguém me provar que há outra justificativa para tal desequilíbrio...

Então Marina: não se esqueça de salvar os passarinhos e equilibrar o nº de borboletas...

Esse passalinho lindo foi lá em Restinga seca.
Essas boboletas foram no Salto do Yucumã em Derrubadas - RS
             E essa linda aqui foi lá em Foz do Iguaçu no passeio Safari Macuco (maravilhoso)
 
Mudando de assunto... não consigo acessar meu email do yahoo.... parece que estou doente. E pior: consigo ver os emails que recebi, uns bem importantes, mas eles não abrem.... MeuDeusdoCéu... como a gente fica dependente dessas coisas.... tô com crise de abstinência....

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Enfim "In on it"

 Uma peça maravilhosa!! Pra eu acreditar mais e mais no teatro.
  Adorei, valeu por todas as outras que não me animaram...
É uma peça sobre uma peça. É divertida e emocionante, tudo que eu espero na arte num lugar só!!! Très bon!! Quem tiver oportunidade não perca.


 Mudando de assunto estou ouvindo agora a RFI, rádio francesa e eles estão fazendo uma reportagem enorme sobre Lula, sua popularidade e avanços no seu governo. É engraçado como lá fora eles reconhecem mais as ações do presidente... despois eu quero falar um pouco disso. Sobre meu voto e sobre um monte de coisas polêmicas que não falo com muita gente.
 

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Foto na lata

  Minha primeira foto na lata (dá um descontão!!!): mas tá linda né!!!


O Scaner fez perder um monte de detalhes. Veja ela invertendo as cores que mágico!!



O nome da técnica é pinhole!! Adorei, quero fazer com meus (futuros) filhos. Pena que depois é necessário todo aquele aparato de revelação que hoje está cada dia mais difícil de encontrar...

Quem imagina que numa lata de nescau dá pra capturar isso tudo e olha que a minha nem ficou muito boa!!!!!
Tô fazendo um curso de fotografia básico.... mas falando em máquina de verdade é bem mais difícil que eu imaginava, mas vale a pena saber um pouco mais.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Ainda sobre o doutorado sanduíche

Diante de cada situação dá até pra escolher o sabor desse sanduíche... por enquanto esse meu tá cheio de cebola que eu odeio!!!rsrs

 Então, depois de receber a confirmação da capes de recebimento da minha inscrição, meu curso de pós deve ir lá no sistema e confirmar também minha inscrição encaminhando-a à pro-reitoria de pós graduação. Sabendo disso procurei alguém pra avisar que isso teria que ser feito. Assim como há uma secretária de outro curso que está nos auxiliando eu expliquei a ela minha situação e ela muito gentilmente fez tudo isso. Agora de manhã acabo de receber o email confirmando a inscrição da minha candidatura pelo curso. Contudo, porém, todavia... o nome do coordenador que consta é o antigo e minhas declarações foram todas assinadas pelo atual... agora é outro drama... tá, tá... parece simples né, mas não é. Se você estiver num curso organizado já terá muito trabalho, se tiver num curso que ninguém sabe de nada, não há secretária... enfim você terá trabalho³!!

Eu odeio cebola... só gosto queimadinha no bife...

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Inscrição PDEE

  Hoje me dei conta, depois de ler muitas vezes a comunidade de doutorado Sadwich (no orkut), que minha inscrição não foi efetivada corretamente!! Ainda bem que fico vendo essas coisas várias vezes e fiz tudo com muita antecedência. Imagina eu que faço isso: leio, releio ainda incorro em vários erros... esses editais deveriam ser mais claros e explicativos.

  E quando eu voltava na capes constava algo como: Inscrição já realizada, ainda com possibilidade de mudança dos dados. Mas pelo que entendi (até agora) a capes deve enviar um email eletrônico, isso sim parece ser a maior prova de inscrição e eu não tinha recebido esse email. Hoje conferi tudo e enviei novamente, aí apareceu outra tela onde você clica em FIM, e logo depois chegou esse email. Teve gente que perdeu a candidatura porque essa efetivação não foi completada... bem que no edital deveria estar escrito que você recebe um email automático confirmando, né! Ou mesmo lá no formulário eletrônico...

 Agora eu ainda tenho que correr atrás da coordenação do meu curso para que eles homologem minha candidatura, já que lá está sem secretária e vai ficar nos próximos 7 meses... aiaia, isso é porque é a URRRRFSSSG e eles adoram se gabar de que são bons.... e nem secretária tem... mas não quero reclamar mais, só quero ir pra FR!!!

 Também preciso correr atrás do francês, mas ele é atleta e muito rápido, não tô alcançando...rsrsrsrsrr

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Arte

Eu gosto de arte!! Eu não entendo de arte! E acho que isso devia ser muito mais aceito. Arte parece um mundo a parte, uma bolha de pessoas que se dizem alternativas que apregoam a liberdade de expressão, mas que na sua maioria são mais preconceituosas que as pessoas consideradas "alienadas" que assistem tv e houvem música de rádio...

Gosto de cinema, teatro, exposições (algumas de pintura me deixam entediadas, mas gosto de museus e esculturas em geral), apresentações circenses (exceto mágica), gosto de música popular.... gosto muito, dentre outras expressões culturais que me apetecem bastante.

Está acontecendo Porto Alegre em cena, um projeto super bacana com peças de teatro a um custo baixíssimo (10 reais estudante). Eu comprei 4 ingressos porque outros já tinham esgotado e busquei nos teatros  perto de casa. Mas até agora grande decepção. Assisti duas peças muito fracas. Alguns podem dizer, mas você não entende nada de teatro... eu não tenho saco pra esse tipo de argumento. Gosto é igual nariz, cada um tem o seu...

Não sou crítica de arte, cinema, teatro nem nada porque realmente não tenho autoridade pra isso. Mas dá licença pra falar do que gostei ou não. E acho que as vezes se quer complicar muito pra ficar cult, ou pra ser intelectual, sei lá... sei que não me soa honesto e muito menos agradável. Numa das peças eu fiquei o tempo todo com pena da atriz, era um monólogo, dificílimo, extenso, rápido, denso, e eu pensando será quantos anos ela demorou pra decorar tanta coisa... será quanto vale isso... será ...será... será que eu sou tão limitada intelectualmente pra entender a profundidade... por horas ela dizia algumas contradições interessantes, mas era uma poeira pro esforço realizado.

Então escrevi tudo isso, sem muito cuidado, sem muito nexo pra dizer que mais uma vez concordo com o Oswaldo quando ele diz "Que a arte nos aponte uma resposta, mesmo que ela não saiba, e que ninguém a tente complicar porque é preciso simplicidade para fazê-la florescer..."

Se os mister intelectuais continuarem complicando o teatro cada vez mais, mais recluso e pouco visto ele será. Mas não tô dizendo pra ele se corromper e virar algo puramente comercial. Eu apenas quero ver algo leve, belo, eu não quero padrão e massificação, quero honestidade e prazer. Sou hedonista e reconheço... eu quero prazer ao sair de casa e pagar pra ver uma peça, um filme, um jogo de futebol, um show, enfim... sei lá.

Talvez, algumas ou muitas pessoas tenham gostado das peças.  Eu entendo, afinal como disse, gosto é como ... cada um tem o seu. Estou aguardando pra ser contemplada nas próximas...

sábado, 18 de setembro de 2010

Qualificação e sandubão (PDEE)

Passei na qualificação!!! Muito bom né!!


Ainda bem que deu tudo certo, mas não retiro nada do que disse. É como eu penso.

Apesar dessa grande notícia e de ter mandado a cadidatura da capes pro sandubão o dia de ontem foi bem difícil. Eu podia pensar em TPM, pois estou uma pilha ( muito) to com vontade de estrangular quem olha pra mim, mas acho que é um monte de outras coisas pequenas que somadas dão essa sensação.

Tô bem preocupada porque desde que tirei o aparelho dos dentes de cima eu praticamente não consigo comer nada. Será que é assim mesmo?? Tá pior do que quando apertava...
E com fome e boca doendo eu fico nervosa mesmo, mas passa... hoje vou aproveitar o dia e amanhã vou viajar aqui por perto. Bem que podia ser uma praia hem!! Hum que vontade de:


sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Minha qualificação

 Foi na quarta feira... aguardo o resultado.

  Sinceramente eu não entendo o que se qualifica nesse meu doutorado louco.
 
  Tipo a gente tem que fazer um trabalho de um tema que não tem nada ha ver com o projeto de tese. Acho isso do avesso.  Agora tenho que correr como uma louca pra fazer um projeto que ninguém nunca leu nem vai ler, talvez a banca...

  Pra piorar aquela avaliação ultramega pessoal: Você faria esse doutorado de novo? Eu disse: não. Não faria mesmo, pra mim a UFRGS foi uma grande decepção.  Não sou uma grande aluna, mas eu tenho muitos motivos para afirmar que é muito falho esse programa.  E acho que isso se acentua pela maneira como eles adoram se colocar superiores ao resto do país, especialmente o Nordeste. Não sou nordestina, mas trabalho lá e gosto muito. Independente disso odeio préjulgamentos. A grande maioria não conhece nada, nem seu próprio estado e ficam reproduzindo análises estereotipadas e equivocadas do resto do país. E estão sempre tratando as pessoas de fora como alienígenas que não sabem nem o que é um leitão, como minha querida coleguinha sem noção...

 Mas enfim... como vou ser avaliada em ser sincera?? Eu acho que esse tipo de questão não devia compor uma banca de qualificação, afinal isso com certeza não colabora na avaliação do aluno. Querem ouvir de novo tudo que eu já disse me chamem pra uma reunião não aproveitem de um momento de extrema sensibilidade pra me colocar na berlinda. Mas eu não estou desabafando isso por medo, mas porque realmente não concordo, acho que tal como as disciplinas e a qualificação peca tbm no tipo de avaliação.

Bem, eu ia colocar muitos detalhes aqui, mas prefiro puxar as rédeas da minha indignação.

 Eu não me arrependo do que disse, apenas gostaria de ter tido tempo pra me esclarecer melhor. Mas sei que meu trabalho foi bem avaliado, sei que eles sabem o quão dedicada sou com o curso e sinceramente não acredito que eu tenha problemas. Se tiver a casa vai cair...rsrsrs

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Mary e Max (Mary and Max)

Gente!! Que filme é esse!! Demais!!!

Esse fim de semana eu tava em dívida com alguns filmes antigos e assisti: Cinema Paradiso (Bom), Delicatessen (mais ou menos, pesado, humor negro, mas interessante...), Cheiro do Ralo (Nacional, com ideias bem bacanas, mas meio cansativo) e o mais recente: Mary e Max!!

Mary e Max foi a estrela do fim de semana. Filme lindo, sensível, tocante, divertido, enfim não tenho palavras para expressar tudo que senti ao vê-lo. Ele é baseado em fatos reais e é uma animação feita em massinha (ou argila, como queiram). Acho que a escolha foi perfeita, pois o estilo de animação traz leveza a uma história pesada e difícil. Todo mundo deveria assití-lo, bem, talvez nem todos vão se interessar por ele, mas pra mim foi demais!

 Quem gosta de psicologia, então é um prato cheio. Eu achei muito interessante porque apesar da história se passar desde a década de 70 ela trata de problemas que estão cada vez mais fortes na sociedade: solidão, angústia, depressão... enfim não pense que o filme se resume a isso e seja apenas uma tortura emocional, porque não é. Ele é agradável e gostoso de assitir, fora se deliciar com a obra de arte que é cada detalhe feito a mão.... Eu recomendo muitíssimo!!! Assistam Mary and Max!!!




  Lindos né!

domingo, 12 de setembro de 2010

Corujinha em Faxinal do Soturno

 Fim de semana passado viajamos para Faxinal do Soturno e Restinga Seca. Foi muito bom.

Me fez pensar com carinho no povo gaucho. Conheci pessoas maravilhosas que nos receberam de maneira incrível. Eu acho sempre que as pessoas do interior são mais honestas. Comi para o mês todo, relaxei, espaireci... tava precisando, pois o mês de agosto não foi fácil. Além de ter sido para a escrita da qualificação aconteceram "nsssss" problemas familiares, colegares e em muitas esferas. Mas eu não quero mais falar disso.

 Voltando a viagem fomos brindados com um coruja. Sim, isso mesmo, uma corujinha bem fofa. Me senti brindada com sua presença. Vejam as fotinhas dela:






Doutorado sandwich

 Tá bom, a vida não para e eu não domino suas pausas.

  Começou a data para eu dar entrada na documentação junto a capes para o doutorado sanduiche.

   Tive uma série de dúvidas e tô ralando pra não errar, espero que esteja no caminho certo. Mas agora tá tudo praticamente pronto, atualisei meu currículo lattes, scaniei todas as declarações, transformei em pdf (foi uma novela, dada a minha ignorância nesse aspecto)... falta só uma coisinha.... PASSAR NA QUALIFICAÇÃO!SRRSRS

   Bem simples né. Já entreguei e agora na quarta feira será a banca. Tenho muito receio, porque as recomendações são bem aquelas que não gosto: não contrarie a banca, aceite tudo... Eu acho que respeito e humildade são necessárias, mas imagina um bando de doutorando covarde que não sabe e não deve defender uma ideia. O que será dessas pessoas quando estiverem dando aulas em universidades... sei não viu!!

  Eu vou assumir o risco de defender minhas ideias que inclusive foram bem polêmicas no meu trabalho escrito. Eu quero ir pra França... Como conciliar!!

  Bem, espero que o resultado saia logo e seja positivo.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Por quê?

Eu sei; a vida não para. Mas necessita de pausas.
Eu estou sofrendo. E não se trata de trabalho e nem de nenhuma das dificuldades cotidianas. Trata-se do modo como as coisas foram feitas. Trata-se da minha incapacidade de compreender. Trata-se das mudanças que tudo isso pode acarretar. Mudanças bem aqui, ó. Bem aqui onde antes estavam quase todas as verdades que eu sabia. Bem aqui onde agora tem esse buraco. Um buraco. Não há graça, nem vontade pra muita coisa. Só o buraco, os cacos e um restinho de força.
Então não vai mais haver poesia. Nem filmes. Nem fotografias. Nem música. Nem histórias inventadas. Nem notícias da semana. Por um tempo. Eu não sei quanto. Até o sorriso voltar a brotar naturalmente nas faces? Até a minha vontade de música voltar a ser maior que a minha vontade de silêncio? Até eu conseguir entender o que é realmente importante afinal? Até eu conseguir saber que cor tem agora meu coração, e quantas cicatrizes? Até a tristeza passar? Quanto tempo demora pra passar?
A vida necessita de pausas.


Essa postagem é uma adaptação do que li no blog casinha de papel. É uma adaptação (ela tinha outro problema bem diferente..), eu reduzi e ajustei a minha realidade. Gosto muito das postagens de lá e tbm do "Azar o seu querida" e "sala 8", pena que pelo que sei eles (todos) foram finalizados em 2006. Eu tinha lido isso há muito tempo e parece que eu sabia que um dia eu precisaria desses argumentos, eis aí. Uma tristeza prevista só não se sabia a magnitude, a amplitude e a sofritude!!rsrs


quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Miedo!!

 Bem, tô muito a fim de falar de decepção, tô entalada na garganta.... mas não tenho tempo para isso agora.

  A decepção me traz medo: e dá medo do medo que dá!!

  Tal como filmes as músicas me fazem muito bem, me aliviam... e veja que fofura essa, achei por um acaso no CD do Lenine, e ainda com participação em espanhol.... linda demás!!!

 Mas eu tenho medo mesmo é de não ter medo de ficar assim (desonesta, covarde, hipócrita e afins...) E dá medo do medo que dá!!

"Mas tbm tenho medo do escuro, tenho medo do inseguro, dos fantasmas da minha voz...."

Big Fish

 Dos 4 filmes da semana passada esse foi o único bom: "Peixe Grande", curto e adorável. É meio viagem... mas eu acho que alguns desses alternativos tem muito mais fundo de verdade do que esses categoria: sessão da tarde, que acham que a gente é idiota e finge que tudo é verdade.

 O Big Fish é honesto e mesmo quando foge da verdade permite um repensar em tudo.
 Vale a pena!!!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Precious - A precisosa: uma história de esperança

 Bem, já tem duas semanas que vi esse filme, mas achei injusto não cometá-lo, afinal ando numa onda cinéfila.

  Você acha que tem problemas? Assista Precious e depois responda essa pergunta.

  É um filme pesado e pertubardor, da turma que tava assistindo acho que ninguém gostou (mas nós temos gostos bem diferentes mesmo) mas eu achei sensacional. Eu não consigo entender como os meus amigos adoram terror (e eu odeio) e eles não gostaram desse filme porque é muito pesado!!

Ele teve um monte de indicações ao oscar, nem sei quais ganhou, mas é de fato merecedor de muitos.

  Sim, é um filme pesado, mas tem toda uma realidade nua e crua que choca: c'est la vie!! A vida pode ser muito mais dura do que a gente imagina, isso é bom para repensarmos em tudo. Eu que sou muito reclamona tenho que ser chacoalhada as vezes e esse filme serve bem pra isso.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

O Segredo dos seus Olhos

 Esse filme é 10!!!

  Desde que me enveredei pelo cinema de outros paises que não os EUA tenho me sentido mais contemplada nos filmes, gosto mais. Existem filmes norte americanos excelentes, afinal com a indústria cinematográfica que eles têm...rsrsr  Mas a veia comercial exagerada tira a poesia de muitos filmes.

O Segredo dos seus Olhos é Argentino e tudo de bom. Tbm acho a língua espanhola linda, então é gostoso de ouvir.

 Filmes me fazem bem, me aliviam...

sábado, 7 de agosto de 2010

Paciência: "A" Música!!

 Para mim a melhor música de todos os tempos! Eu achava que era pelo momento que vivia, mas ela sempre faz sentido para mim.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Orientação

A vida acadêmica é conduzida por esses elementos: orientador - orientado.
 Eu tive 2 orientadores na graduação, um no mestrado e agora um no doutorado.

  Eu já oriento algumas pessoas. Confesso que não tenho muita habilidade, não sou aquela mãezona querida, longe disso, sou dura, seca e não acho que aluno é amigo (a priori - claro que pode vir a ser, mas isso depende de uma série de outros fatores). Até exagero nessa postura hierarquica, mas tento me resguardar, diferentemente da maioria dos meus colegas de trabalho. Mas sou muito criteriosa, avalio todas as atividades, direciono leituras, explico, discuto e acima de tudo procuro ser justa. Me baseio nas orientações que tive e nos grandes profissionais com quem trabalhei com essa postura.
 Mas o que quero desabafar é que eu nunca imaginei que no doutorado eu fosse me decepcionar tão profundamente com um orientador. PUTZ!
  Descobri que uma das condições é vc admirar seu orientador. Eu não admiro o meu.
 Você tem que confiar no seu orientador. Eu não confio no meu (em todos os sentidos: etico e intelectualmente).
 Você tem que conseguir se comunicar com ele. Eu evito o meu.

 Eu não quero ninguém segurando minha mão e me dizendo o que devo fazer, não, não é isso que me faz falta, já sou grandinha e já trabalhei bastante com pesquisa... Mas eu quero uma discussão intelectual, eu quero avançar nas ideias, não posso fazer isso sozinha sempre sozinha. Agora tenho que aguentar seu ego mediocre que por não conseguir nada tem que diminuir os outros. E espera exatamente a qualificação pra atrapalhar a turma... aiai eu tenho vergonha, não queria vinculo com alguém assim...

  E a torcida do flamengo pra não dizer do inter e do gremio concordam comigo, pelo menos nisso eles reconhecem minha desolação.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Qualificação do doutorado

Um momento tenso. Espero que dê tudo certo!!!

  Preciso ter a concentração de Magritte na sua tela magnífica:


O Ovo de Magritte

... ainda tem outras coisas que me angustiam...aiaia: calma coração! [nada é tão importante por isso seja leve!!!! eu não sei o email do meu coração pra mandar essa mensagem....aiaiaia]

Uma musiquinha pra relaxar... ou pra desesperar... tudo depende da perspectiva... aiaiai




Ps. O nome dessa música é Bandeira.

sábado, 31 de julho de 2010

Bonito e Campo Grande MS

Eu sou muito grata a vida acadêmica. Ela me abriu as portas e janelas do mundo, desde a possibilidade de sair de casa para estudar à imensidão de viagens que fiz: coletando dados (Brasília, Marília, Tupã e um monte de outras cidadezinhas em SP que eu não me recordo o nome, Juiz de Fora e outras pequenas cidades em Minas tbm, Quarta Colônia -RS, Passo Fundo, Águas Belas,), depois participando de congressos (RJ, Caetés, Rio Branco, Londrina, Fortaleza, Buenos Aires, Riberão Preto) e morando (Viçosa, Recife e Porto Alegre) o que me permitiu fazer turismo nesse entorno, dentre uma série de outros lugares que fui a trabalho e que não me recordo agora, mas que me transformaram numa pessoa melhor, ainda que muito tenha que ser feito nesse sentido.

 Estive num congresso agora em Campo Grande, aproveitei e fui a Bonito. Quero muito voltar porque foi muito bom. Seguem algumas fotinhas...




Praça das Araras - Campo Grande (É possível ver diversas araras voando na cidade como pardais!!)


também existem muitos papagaios e tucanos (inacreditavelmente lindos)


Fazenda onde fiz o passeio (flutuação) no Rio Prata


Mergulhar me traz uma paz maravilhosa, é um momento de reflexão e agradecimento a Deus.


Uma nascente ou insurgência (eu acho, felizmente aqui eu não preciso ter certeza de nada)


olha a galera...rsrsr


Bem, é isso, Vale a Viagem!!!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Le Petit Nicolas ou o Pequeno Nicolau

Le Petit Nicolas é um filme fofíssimo. Fui no cinema na quarta e foi tudo de bom, tava precisando relaxar...

  É um filme infantil que qualquer adulto vai amar, possivelmente mais que as crianças.

   É um clássico, pelo menos pra mim (rsrsr) da literatura francesa dos que não sabem ler francês direito....................................

Metas para o 2º semestre

 Bem, o primeiro semestre acabou e eu não fiz boa parte do que deveria. Agora só tenho mais 6 meses (quase 5) pra dar conta, mas então a programação:

 - Ir a Campo Grande e aproveitar e conhecer bonito (já viajo amanhã e vejo os peixinhos na segunda!!) (ok! Meta cumprida ou comprida, acho que é com U)kkkkkkkkkkkkk, que gostoso não me angustiar por isso!!!!
 - Conhecer o Vale dos Vinhedos (OK conhecido!)
 - Ir a Montevidéu (Punta, Colônia e o Chuí!!) (ok conhecido!!!)
 - Ir no Teatro São Pedro (ok, três peças durante o POA em cena!)
 - Ir no Museu da PUC - ok
Atividades realizadas e não previstas que vou incorporando
- viagem ao interior do estado, festa italiana, sítios, vida campeira - maravilhoso - muito melhor que Gramado.
- Conheci os restaurantes: Copacabana e Taverna, mas ainda prefiro mil vezes o Atelier!!
-

Agora as obrigações:

 - Apresentação dos trabalhos no congresso de CG (ok, resolvido)
 - Passar na Qualificação  (ok, resolvido)
- Defender o projeto (em breve)
- Submeter a candidatura do PDEE (ok, candidatura submetida, homologada pelo curso e pela pró-reitoria)
- Organizar a papelada e, (surtout) ok
- Ir embora do RSsssssssssssssssssss (talvez um dia eu sinta saudade) ok

Pra praticamente 5 meses é muita coisa, então tenho que correr.

sábado, 17 de julho de 2010

Escafandro e a borboleta: o filme

 A propósito, o outro post era pra falar do filme e olha no que deu....

 Mais voilà!  O filme é belíssimo. Eu já tinha ouvido falar nele diversas vezes, consta na maioria das listas de melhores filmes dos últimos anos e nunca o encontrava, e olha que ele é francês uma categoria que tenho me empenhado... Mas é que ele tava na prateleira de drama e não dos filmes franceses, então eu ficava sempre achando que tava locado, mas não.. dadadada.
 Como eu não gosto de ler sinopse tbm não vou ficar contando o filme aqui. Mas adianto que é baseado em fatos reais, coisa que só soube no final. É um filme de muita sensibilidade, beleza e inteligência. Pra quem gosta de drama é imperdível, mas veja seu estado emocional antes de pegá-lo porque vc pode passar por uma crise existencial. Brincadeira, eu é que sou folle même: doida mesmo. Tbm ando muito instável emocionalmente, talvez seja a triste ausência do que não tenho saudade.

Fica mais uma dica de bom filme.

Escafandro e a borboleta

Hoje estou num escafandro... e ainda vi esse filme, acho que não tava preparada emocionalmente.
A diferença é que minha prisão tem volta, mas eu não estou com forças pra sair do fundo do mar.

Eu preciso ser uma pessoa melhor, mais compreensiva, mais paciente, mas porque é tão difícil?
Eu queria ser uma borboleta e ser leve, auditiva, poética... mas essa minha prisão...

Estou presa dentro das minhas próprias amarras, mas, diferentemente do que todos pensam, eu não tenho pleno controle sobre elas. Elas me dominam. Seria muito bom ser como essa tonelada de emails encaminhados: feliz, bem humorada, perdoar a todos, acordar sorrindo, se envolver com amor desde as coisas mais simples as mais difíceis... Viver a lei da atratividade... Eu não me dou bem com receita de bolo, os meus sempre solam.

Como uma coisa "tão pequena" pode me deixar tão triste, tão decepcionada... e eu fico ainda mais triste porque é tão insignificante... mas como é que desliga o botão da tristeza, da mágoa, da decepção, da descrença no outro? Como, onde?

Será que só eu tenho que ser feliz a todo custo. Não dá pro outro ser honesto. Eu não gosto de me sentir idiota. E mesmo que isso seja nada, diante da vida, me pertuba. Veja como um pernilogo consegue te incomodar numa noite: olha o tamanho do pernilogo, olha seu tamanho e apenas 1 pode estragar sua noite... ou será que os felizes de plantão tbm não se incomodam com pernilongos na noite?

 Eu tô triste mesmo, decepcionada e gostaria muito de descontar tudo que tão fazendo, na mesma moeda, ou em euro que vale mais!!!rsrsrssr  Até relaxei só de dar corda para esse meu instinto vingativo.

Eu não sou exemplo pra ninguém por isso não divulgo meu blog... É melhor mesmo que a população leia August(o?) Cury... que ele cury muita gente, porque moi aqui é caso perdido.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Amigos

 Eu sou uma pessoa de sorte. Quando tudo parece perdido vem uma amiga, acima da média, e, com uma sensibilidade do tamanho do mundo, me manda "a mensagem do dia":

«Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, que Eu hei-de aliviar-vos. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração e encontrareis descanso para o vosso espírito. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.» Evangelho segundo S. Mateus 11,28-30.

Que Deus te ilumine sempre, assim ele tbm me ilumina, com seu carinho, sua luz e seu exemplo. Obrigada.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

eu mesma (moi-même)

"... A senhora me desculpe, mas no momento não tenho muita certeza. Quer dizer, eu sei quem eu era quando acordei hoje de manhã, mas já mudei uma porção de vezes desde que isso aconteceu. (...) Receio que não possa me explicar, Dona Lagarta, porque é justamente aí que está o problema. Posso explicar uma porção de coisas mas não posso explicar a mim mesma..." Alice no País das Maravilhas

terça-feira, 13 de julho de 2010

Frio

Hoje foi o dia que senti mais frio por aqui!!!
  O problema é o tal vento minuando... sem ele tá tranquilo, mas com o vento se tivesse quente acharia que ele ia me levar, mas com esse frio parece que vou virar uma estátua congelada. Minha orelha e meu nariz quase congelaram, de verdade!! Deu pena de muita gente que provisionou mal o agasalho. Eu tava protegida, mas sem cobertor de orelha...

Logo hoje, só porque meu bem foi pro Recife ontem?? Meu aquecedor de orelha...perna, braço... aquecedor de alma!!! Volta logo!

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Impressora

 Como é que uma impressora consegue imprimir tanto sentimento??

   Eu tbm te amo!

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Que semana!!

 Fiz 1 milhão de coisas e não fiz nada. Como é possível?
 Enxaqueca, alergia, superintensivo de francês, conversação... orientação de um pseudoorientador... computador novo, modem incompatível...  viagem pra MS... tomando iniciativa e tomando n... cansaço e desespero... fazendo tour de ônibus pela cidade e fazendo tour pra estacionar... retificação IR... prepação da apresentação de dois artigos e no último minuto do segundo tempo chega o aviso de que não precisa mais: depois dos 60 tudo pode! Mas eu não tenho nem trinta: será que as regras poderiam ser claras?? Será que eu poderia não perder tanto tempo com coisa inútil???
  Eu quero ganhar tempo: viajando, dormindo, tomando caipirinha, olhando pro céu, olhando pra terra, comendo e não perder tempo me desesperando com tanta coisa desgastante e inútil. Poxa vida, será que alguém fala minha língua??? Eu queria deixar de ser troglodita e virar poliglota, mas eu não consigo... vou ficar a vida toda entendendo tudo errado? E sem ser compreendida?

 Nem a Mafalda me compreenderia por esses dias.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Mudança

 Eu mudo
 Tu mudas
 Ele muda
 Nós mudamos
 Vós mudeis
 Eles mudam.

    Mudança da Clarice lispector, apenas as primeiras frases, mas vale o poema todo

"Mude,
mas comece devagar,
porque a direção é mais importante
que a velocidade. (...)"

terça-feira, 6 de julho de 2010

O Banheiro do Papa

 Vi esse filme ontem, por um grande acaso... tinha ouvido falar, e por um erro da locadora ele estava na prateleira de filme francês. Aliás ele tem produção brasileira, uruguaia e francesa, talvez seja por isso, mas na categoria da "minha" locadora ele deveria estar nos alternativos. Foi uma boa coincidência encontrá-lo. Como eu não gosto de ler sinopse trouxe sem ver nada.
  Me surpreendi. Belo filme.
  Triste e profundo.
  Ele acontece na fronteira entre Brasil e Uruguai. Conta a história da vinda do Papa a cidade de Melo - UY e das mudanças provocadas por isso.

  Fica a dica.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

A iniciativa

Alguém resolve tomar frente um bem comum: para todos. Todos estão ocupados. Alguém propõe uma possibilidade. Muitos estão comendo brigadeiro e coçando a bunda. Não dá certo. Busca-se outra possibilidade. Nada é fácil, a não ser quando é o vizinho que consegue: ele sempre tem sorte, ele deve estar corrompido...  "-- No meu caso é bem mais difícil.".. Algo dá certo e um dos outros está de fora: mas como foram injustos, eu é que merecia. Eu comia brigadeiro, mas merecia, vocês não tiveram critério. O critério correto é aquele que me beneficia. Alguém que tomou iniciativa é ruim, pois excluiu os merecedores que comem brigadeiro.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

aluno é tudo a mesma coisa...

Escrever artigos científicos. Jogos da copa. Ser feliz. Dormir. Sol. Enxaqueca. Sonhos. Angústias. Saudade do que ainda não aconteceu. Ideias encaracoladas na cabeça. Cabelos encaracolados nas ideias. Escrever artigos científicos. Eu já fui melhor um dia.